Como aumentar o PHP memory limit no cPanel / WordPress

Recebe mensagens de erro como “php memory limit exhausted” no seu WordPress? Precisa aumentar máximo o tamanho dos seus uploads? Não há problema, basta aumentar os valores definidos nos campos do “memory_limit” e “upload_max_filesize” do php.ini.

Poderá efetuar essas trocas editando o arquivo wp-config do WordPress, ou caso use um CMS diferente, efetuar as mudanças diretamente no painel administrativo do seu site, que no nosso exemplo será o cPanel.

Aumentar PHP Memory limit no Cpanel

Comece por aceder ao cPanel do seu site e selecione a opção “Select PHP version”. Na janela que surge clique no link “Switch to PHP Options”. Agora basta alterar os valores “memory_limit” para um valor superior, por exemplo 128 ou 256M.

PHP memory limit

Para terminar, basta pressionar o botão “Apply” para aplicar o novo valor (e verificar se o site funciona corretamente), e “Save” para guardar as alterações. Está pronto.

Aumentar o PHP Memory Limit no WordPress




Se recebe erros “php memory limit exhausted” no seu WordPress, poderá resolver o problema aumentando o PHP memory Limit. Este erro surge quando o WordPress necessita de executar uma operação que excede a memória predefinida pelo servidor.

Por padrão, o WordPress tenta aumentar o limite da memória para 64MB automaticamente, mas tal poderá não ser suficiente, sendo necessário definir valores superiores.

Para isso, será necessário editar o arquivo wp-config.php que se encontra no diretório principal do seu website (root). Este arquivo, armazena as principais configurações do seu site, sendo portanto um arquivo importante (do qual deverá possuir um backup).

Aceda aos arquivos do servidor usando um programa FTP como o Filezilla. O cPanel também possui um explorador de arquivos, que permite editar o arquivo wp-config diretamente sem usar o Filezilla.

editar wpconfig do wordpress

Agora adicione no seguinte código na parte final do seu arquivo wp-config.

define( ‘WP_MEMORY_LIMIT’, ‘256M’ );

Salve as alterações e verifique se o problema desapareceu. Caso tenha dúvidas, ou tenha resolvido o problema de forma diferente, envie o seu comentário.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *