Como acelerar o WordPress e melhorar o SEO

Por | Atualizado em 2017-08-17

A velocidade de carregamento de uma página possui um grande impacto no sucesso de um site. Os motores de busca usam a velocidade de carregamento como factor de posicionamento das páginas.

Não é segredo para ninguém que uma página rápida faz com que os visitantes mais satisfeitos. Dessa forma, você conseguirá baixar a taxa de rejeição das suas páginas e consequentemente, aumentar as suas visitas e receitas.

acelerar o wordpress

Como acelerar o WordPress

Uma grande parte dos sites da Internet, são criados utilizando o WordPress.org (como explicamos aqui). Para acelerar o seu site WordPress. Com o passar do tempo, é normal que o seu WordPress se torne mais lento.

Isso acontece, porque são adicionados plugins (por vezes desnecessários), a base de dados do site vai ficando fragmentada, etc. Não obstante, é possível acelerar de forma significativa as suas páginas,s em ter de abdicar de ferramentas ou funcionalidades.

1. Monitorizar impacto dos plugins

No WordPress é possível adicionar várias funcionalidades através da instalação de plugins. No entanto, o exagero de plugins pode tornar a sua página mais lenta.

O P3 Pluggin Profiller é uma ferramenta capaz de monitorizar a performance dos plugins instalados no WordPress. Após instalar o plugin, aceda ao Menu Ferramentas – P3 Pluggin Profiller e clique no botão “Start Scan”.

O relatório indica o tempo “extra” necessário para carregar cada plugin da sua página. Como é óbvio, você não deve ir a “correr” desinstalar plugins apenas deve parar para medir o custo / benefício de cada plugin que você tem instalado.

Lembre-se, mesmo os plugins desativados podem prejudicar a performance do seu WordPress, pelo que, deverá excluir os plugins inactivos.

P3 Pluggin Profiller - como acelerar WordPress

2. Activar cache no WordPress

A cache guarda pequenos “pedaços” do seu site no navegador do seu visitante, permitindo um carregamento mais rápido, evitando que o usuário tenha de baixar certos elementos da sua página novamente. Alguns plugins de cache, possuem ainda a opção de “minificar” o código (HTML, CSS e Javascript), permitindo diminuir o tamanho das suas páginas, sem alterar o aspecto das mesmas.

Para que tudo funcione correctamente, é importante configurar corretamente o plugin. Um dos melhores plugins de cache é o WP Fastest Cache, que aposta na simplicidade de configuração mas exibindo resultados robustos.

3. CDN (Content Delivery Networks)

Os CDN (Content Delivery Network) são serviços poderosos que armazenam partes do seu site em vários servidores espalhados pelo mundo, conseguindo melhorar drasticamente o tempo de carregamento das suas páginas e diminuir a carga no seu servidor.

Os CDN oferecem ainda proteção contra ataques DDos de hackers, através da “mitigação” de tráfego. Não podemos ainda esquecer que o serviço permite manter o seu site online, mesmo quando os servidores do seu serviço de hospedagem falham.

O serviço CDN mais conhecido é o CloudFlare, no entanto, existem outras alternativas como MaxCDN. Antes de ativar o serviço entre em contacto com o seu serviço de hospedagem para verificar a sua compatibilidade.

cloudflare

4. Otimizar as imagens

Reduzir o tamanho das suas imagens (sem muito prejuízo para a qualidade), permite poupar muito tempo no carregamento das páginas.

Experimente converter as suas imagens para formato mais económico (jpeg, gif) e reduzir um pouco a qualidade final usando um editor de imagens (GIMP, PhotoShop, etc.). Existem vários serviços online que permitem otimizar o tamanho final da imagem. Poderá conhecer alguns desses serviços na seguinte página: Otimizar imagens online.

Dica: Em alternativa, experimente utilizar o plugin WP-Smushit, que optimiza todas as imagens que você carrega no WordPress.

5. Servidores dedicados

Os servidores dedicados permitem grandes ganhos de performance, mas possuem uma desvantagem, o preço. Adquirir um servidor dedicado não é para qualquer carteira.

Numa hospedagem “normal”, o seu site é hospedado juntamente com vários outros sites. Quando uma página gera um grande pico de visitas, pode colocar o servidor em “offline” juntamente com o seu site.

O servidor dedicado tal como o nome indica, é um servidor só para si, que consegue lidar com maiores picos de visitas e apresenta melhores índices de segurança.

Veja os preços dos servidores dedicados

Otimização “hardcore”

Existe um plugin gratuito que permite otimizar profundamente as suas páginas do WordPress. Estamos a falar do WP-Otimize. Este plugin consegue otimizar a sua base de dados, e remover dados desnecessários.

No entanto, grandes poderes trazem grandes responsabilidades. Antes de usar este plugin, é recomendável fazer um backup da sua base de dados do WordPress.

Um comentário em “Como acelerar o WordPress e melhorar o SEO

  1. John Silva

    Olá!

    Uma das melhores que coisas que fiz lá no blog Seu Dinheiro foi criar uma conta no Cloud Flare e adicionar no blog.

    Os resultados são excelentes!

    Parabéns pelo artigo!

    Abraços e muito sucesso!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *